Idoso com dúvidas sobre INSS. (Fonte Freepik)
INSS: Saiba quais são as doenças que dão direito a aposentadoria
2 de janeiro de 2023
Diferencial de alíquota do ICMS – O que está por vir
5 de janeiro de 2023
Exibir tudo

Vale transporte pode ser pago em dinheiro? Entenda sobre o assunto

Transporte coletivo e trabalhadores. (Fonte Freepik)

O vale transporte é um item indispensável para garantir a locomoção do colaborador ao seu local de trabalho. Ele pode ser utilizado no transporte coletivo público urbano ou, ainda, intermunicipal e interestadual. 

Porém, a grande dúvida dos funcionários gira em torno da possibilidade do benefício ser pago em dinheiro! Deseja mais informações sobre o assunto? Então confira o conteúdo completo.

Afinal, o vale transporte pode ser pago em dinheiro? 

A medida provisória 280/2006 permitia, a partir de 01.02.2006, o pagamento do benefício em dinheiro, vedada a concessão cumulativa com o vale-transporte. Porém, a MP citada acima foi convertida na Lei 11.311/2006, a qual vetou a alteração do art. 4º da Lei 7.418/85, mantendo a proibição da concessão do VT em dinheiro.

Assim, o artigo 110 do Decreto 10.854/2021 estabeleceu que é vedado ao empregador substituir o VT por antecipação em dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento, salvo em caso de falta de estoque pelos fornecedores.

Em resumo, a lei continua proibido substituir o vale-transporte por antecipação em dinheiro ou outra forma de pagamento, exceto:

  • Se houver indisponibilidade operacional da empresa operadora;
  • Falta ou insuficiência de estoque de vale-transporte (dos fornecedores), necessário ao atendimento da demanda e ao funcionamento do sistema, nos termos do § único do art. 110 do Decreto 10.854/2021.

Nos casos citados acima, o colaborador poderá ser ressarcido pelo empregador, na folha de pagamento imediata, da parcela correspondente, quando tiver retirado do próprio bolso a despesa de deslocamento. 

Vale ressaltar que caso exista previsão em um acordo ou convenção coletiva de trabalho, o colaborador poderá receber o benefício em dinheiro, fazendo constar na folha de pagamento, o valor pago mensalmente. Porém, os respectivos valores não têm fins salariais, nem se incorporam à remuneração para quaisquer efeitos.

Atenção! Empregados domésticos possuem exceção

O empregador doméstico poderá conceder, a seu critério e mediante recibo, os valores para a aquisição das passagens necessárias ao custeio das despesas decorrentes do deslocamento residência-trabalho e vice-versa. Ainda que seja concedido em espécie, tal valor não tem natureza salarial e nem se incorpora ao salário.

Fonte: Guia Trabalhista

A Conmax administra a contabilidade da sua empresa com segurança e confiabilidade!

Com sede em São Paulo e em Fortaleza, mas atuando diretamente em vários estados do País, temos a certeza de estar agregando valores a novos clientes, ajudando-os por meio da contabilidade empresarial a desenvolverem ainda mais os seus negócios. Contamos com uma equipe seleta composta de mais de 25 profissionais de contabilidade , continuamente capacitados e pós-graduados  em diversas áreas de atuação para melhor atender às demandas de nossos Clientes.

Se você está com dificuldades na contabilidade da sua empresa, não perca tempo e fale agora com nosso atendimento. Seja mais uma empresa impactada positivamente pelo nosso serviço !!!

Fale com um de nossos atendentes diretamente pelo Whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, posso ajudar?