Consulta ao pagamento da restituição do Imposto de Renda está disponível na plataforma GOV.Br
25 de julho de 2022
Como funciona o Processo de Reorganização Societária?
29 de julho de 2022
Exibir tudo

Os Pilares atuais da Contabilidade

Tempo de leitura: 05 minutos

Neste conteúdo, você conhecerá quais são os principais pilares da contabilidade, e a sua extrema importância para uma atuação profissional de qualidade nas empresas. Estes pilares (conhecido também como princípios), simbolizam a essência das doutrinas da Ciência Contábil, ou seja, a sua aplicação deverá ser alinhada conforme a legislação, definido pelo Conselho Regional de Contabilidade.


Confira a seguir, os pilares da contabilidade e a sua grande relevância para os seus clientes.


ENTIDADE


A base deste princípio é reconhecimento do patrimônio da empresa como objeto da Contabilidade, ocasionando a separação do patrimônio empresarial do patrimônio particular dos seus sócios. Com isso, o patrimônio da empresa não se confunde com os bens de seus sócios ou proprietários, visando evitar situações em que são pagas despesas pessoais dos sócios, com dinheiro da conta jurídica, sem que haja relação com a atividade exercida na empresa, o que pode gerar erros na contabilidades e questões legais futuras.


CONTINUIDADE


Afirma que a continuidade ou não de uma organização ou entidade deve ser considerada no estudo das variações patrimoniais, onde aqui, a contabilidade é definida para todo o tempo em que a empresa existir, demonstrando as análises mais fiéis no cenário atual.


OPORTUNIDADE


Neste princípio, todas as análises das informações em um determinado período, devem ser registradas na contabilidade da empresa imediatamente ao período em que ocorreu, contemplando os aspectos físicos e monetários referentes à situação.


REGISTRO PELO VALOR ORIGINAL


Demonstra que os itens do patrimônio devam ser inicialmente registrados pelos valores originais das transações efetivadas, em resumo, se o registro for realizado no Brasil, deve ser feito em Reais. O Princípio da Atualização Monetária foi revogado pela Resolução CFC nº 1.282/10 e incorporado ao do Registo pelo Valor Original, como mais uma forma de atualizar os valores dos elementos do patrimônio da empresa.


COMPETÊNCIA


O Princípio da Competência estabelece que as despesas e receitas precisam ser incluídas na apuração do resultado do momento no qual elas foram geradas, independente da data do recebimento ou pagamento. Tratando-se de uma venda, será reconhecida na data da mesma,
mesmo que o recebimento seja à vista ou a prazo.


PRUDÊNCIA


Conhecido também como o Princípio do Conservadorismo, onde é determinado o menor valor para os componentes do ATIVO e do maior valor para os do PASSIVO, com essa medida,
os profissionais em ciências contábeis conseguem evitar possíveis equívocos e descontroles financeiros, como a supervalorização dos ativos ou subvalorização dos passivos.




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, posso ajudar?