Pendências do Simples podem ser acertadas até março
28 de janeiro de 2022
5 Motivos para fazer a descrição de cargos de sua empresa
7 de fevereiro de 2022
Exibir tudo

Employee Experience – Os colaboradores como foco central da estratégia da empresa

Tempo de leitura: 03 minutos

Uma estratégia bem elaborada e principalmente alinhada com os valores da empresa, é um fator determinante para o sucesso do Negócio, com a participação e o envolvimento das equipes, atingimos um resultado em potencial para o desenvolvimento favorável do clima organizacional. Com isso, o desafio das empresas atualmente não é só enxergar os resultados, e sim motivar a equipe a entregar esses resultados.

O que é Employee Experience?

Employee experience (em português, experiência do funcionário) é o resultado das interações do empregado com a empresa. Elas incluem processos, sistemas, pessoas, propósitos, sentimentos, aprendizados e comportamentos que essas interações provocam.


Do ponto de vista da organização, employee experience é o que é projetado e criado para os funcionários ou como a empresa acredita que a realidade do colaborador deve ser. Em outras palavras, é o esforço de criar uma organização em que as pessoas queiram trabalhar.

  • Qual a importância do Employee Experience?

Listamos abaixo os principais benefícios:


Fortalece a cultura da empresa
– Amplia o engajamento das equipes
– Reduz a rotatividade
– Melhora a comunicação interna
– O colaborador se sente mais satisfeito e motivado

  • Quais são os elementos de um bom Employee Experience?

A construção de um excelente Employee Experience consiste em melhorar as interações e relações no ambiente de trabalho. Para isso, algumas características precisam ser facilmente identificadas no modo de ser da organização. Abaixo, os elementos fundamentais, selecionados pelo GPTW:

Confiança e Respeito
Em primeiro lugar, a relação entre colaborador e empresa deve ser pautada por confiança e respeito. Os dois pilares orientam as atitudes internas, como reconhecer as diferenças entre pessoas, dar um tratamento humano aos colaboradores, adequar os níveis de cobrança, distribuir a carga de trabalho, entre outras ações.


Também será importante trabalhar uma comunicação transparente. Ao prezar por informações verdadeiras e seguras, reconhecemos que os planos individuais importam, permitindo que as pessoas tomem decisões e tenham previsibilidade sobre a situação da empresa. Ademais, é uma forma de evitar o surgimento de canais paralelos e desinformação.

Feedbacks
Saber como dar feedbacks para os colaboradores é um segundo pilar para uma experiência positiva no ambiente de trabalho. O retorno sobre o trabalho é fundamental para que a pessoa entenda o que a empresa espera dela e realize mudanças. Logo, afeta não só o fator de permanência, mas a capacidade de competir por benefícios e oportunidades internas.


Sem contar que o feedback humaniza alguns dos processos mais difíceis para os profissionais de RH e gestores. Demitir o colaborar, dizer que não é a vez de ele ser promovido, não conceder um benefício ou negar aumentos de salário, enfim, tudo isso será mais justo se a decisão for embasada em um histórico de avaliações e comunicação transparentes entre pessoas.

Desenvolvimento e Crescimento
A perspectiva de crescimento está sempre no topo dos elementos de um excelente lugar para trabalhar. Afinal, parte de uma boa experiência é conviver em um ambiente em que se tenha acesso a oportunidades para aprender e melhorar em relação à condição financeira, desafios profissionais, tarefas realizadas etc.


Reconhecimento
Outro item relevante é saber como valorizar o trabalho e as realizações em diferentes níveis, como comunicação, feedback positivo, recompensas e crescimento interno. É um trabalho amplo que envolve tanto a estrutura da empresa, como os próprios funcionários entre si.
Nesse último ponto, além do papel do líder, é importante desenvolver a camaradagem e o respeito entre os colaboradores. Esses valores partem de cima, mas precisam se consolidar como um elemento da cultura organizacional, vividos e compartilhados por todos.

Liderança
Os líderes são igualmente responsáveis por uma parcela relevante do Employee Experience. Em primeiro lugar, é preciso contar com as pessoas certas para posição, ou seja, a empresa deve diferenciar os meros chefes — que são capazes de se impor apenas pelo cargo e hierarquia— dos verdadeiros líderes que influenciam as pessoas positivamente.


Na maioria das tarefas, tanto o chefe como o líder podem gerar o resultado imediato, como a entrega de um serviço ou refação de atividade. Porém, no longo prazo, existe uma diferença significativa entre o sentimento da pessoa que foi compelida a entregar o trabalho em relação àquela que recebeu encorajamento e apoio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, posso ajudar?